Revista e site Playboy Brasil

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Revista e site Playboy Brasil

Mensagem  Jhoanehs em Sab Mar 12, 2011 9:30 pm



By Raninho

Playboy é a versão brasileira da revista homônima americana, publicada pela Editora Abril.

História e características da versão brasileira

A primeira versão brasileira da Playboy surgiu em agosto de 1975, durante o período da ditadura militar, com o título de A Revista do Homem, em razão de sua designação original ter sido vetada pela censura da época. Em abril de 1977, com o afrouxamento do regime militar sob a presidência de Ernesto Geisel, Playboy conseguiu pela primeira vez estampar na capa a famosa logomarca da revista de Hugh Hefner: o coelhinho de gravata borboleta. E, por fim, apenas em julho de 1978, a revista pôde estampar seu verdadeiro título nas bancas, com a presença na capa da modelo importada dos americanos Debra Jo Fondren. Desde então, a Playboy tornou-se uma das revistas de maior vendagem no mercado brasileiro.

Seguindo as linhas mestras da edição americana, a versão brasileira disponibiliza muitas seções, algumas delas visam ao entretenimento erótico, a exemplo de Gatas & Coelhinhas, que apresenta imagens de fotógrafos, não necessariamente da equipe da revista, e que focalizam e registram mulheres desconhecidas da mídia; Click, com flagras de celebridades, supostamente fotografadas em situações constrangedoras; Mulheres que Amamos, que apresenta uma foto sensual de uma modelo nunca antes registrada em capa.

Outras seções têm cunho informativo, literário ou cultural, a exemplo de Caro Playboy, um edital que expõe a opinião dos leitores sobre a revista, publicando ideias, elogios e críticas; Happy Hour, com curiosidades de diversos assuntos; a seção Neurônios, atualizando o leitor sobre os lançamentos em cinema, livros, games e DVDs; Sobre Isso e Aquilo, uma coluna fixa do jornalista Ivan Lessa; Playboy Responde, com perguntas sobre sexo e outros temas feitas pelos leitores para a redação da publicação, muitas vezes respondidas por especialistas. E ainda: contos eróticos escritos por grandes escritores brasileiros; reportagens especiais com os assuntos de interesse masculino da atualidade; dicas de moda e estilo; guia de bares, bebidas, motéis, viagens e culinária; e, por fim, as Piadas de Playboy, tradicional última página da revista.

Um ponto forte da revista são as entrevistas. Muitas vezes bombásticas e reveladoras, elas são encontradas todos os meses na publicação ocupando várias páginas, relatando histórias, opiniões e desejos de grandes celebridades e intelectuais brasileiros e internacionais. Entre estes que já concederam entrevista à Playboy, destacam-se: Luiz Inácio Lula da Silva, Fernando Henrique Cardoso, Fidel Castro, Angelina Jolie, Regina Duarte, Tony Ramos, Yasser Arafat, Bruce Willis, Chico Buarque, Ayrton Senna, Fernanda Montenegro, Oscar Niemeyer, Pelé, Gisele Bündchen e Paulo Coelho. Há também uma outra seção que é como uma minientrevista, chamada 20 P, sendo 20 perguntas audaciosas feitas aos mais diversos famosos.

Dessa forma, retira-se o estigma de revista que traz unicamente fotos de mulheres nuas.

Como espécie de "carro-chefe" da publicação, a edição brasileira de Playboy procura fotografar mulheres famosas nuas, ou em visibilidade notável em um certo momento, como atrativo fundamental e característico, ao contrário da linha editorial original americana. Em geral, a nudez feminina apresentada nas páginas brasileiras, especialmente o ensaio de grandes estrelas, transcende o aspecto da sensualidade, apresentando-se de forma artística, procurando caracterizar-se como registro fotográfico de uma personalidade, em um dado momento de sua vida. Em relação aos profissionais responsáveis pelos cliques das estrelas brasileiras, sobressaem-se grandes fotógrafos, a exemplo de Bob Wolfenson, J.R. Duran, Marcio Scavone e Luis Crispino.




Editora Abril


A Editora Abril é uma editora brasileira, sediada na cidade de São Paulo, parte integrante do Grupo Abril. Fundado em 1950 por Victor Civita como Editora Abril, o Grupo Abril é hoje um dos maiores e mais influentes grupos de comunicação da América Latina. Ao longo de sua história expandiu e diversificou suas operações, e hoje fornece conteúdo em multiplataformas.


História


Nos anos 40, os irmão Victor Civita e Cesar Civita fundaram a Editora Abril inicialmente na Argentina e la conseguiram licença dos personagens disney, Em 1945, em visita a Argentina, o jornalista Adolfo Aizen toma conhecimento da Editora Abril e resolve criar uma parceria para publicação de um título disney no Brasil, "Seleções Coloridas" foi publicada em 1946 pela EBAL de Adolfo Aizen.

Em Maio de 1950, Victor Civita resolve fundar uma editora no Brasil, surge a Editora Primavera e sua primeira publicação foi a revista Raio Vermelho, em Julho de 1950, Civita passa a usar o mesmo nome da Editora argentina, "Editora Abril.

A Editora Abril começou com a publicação O Pato Donald num escritório no centro de São Paulo, com seis funcionários. O nome da empresa é uma referência ao mês que dá início à primavera na Europa.

O crescimento experimentado pela empresa na década de 50, se intensifica nos anos 60, fruto combinado da publicação de obras de referência em fascículos, e do aumento de sua linha infanto-juvenil, incluindo o lançamento de Zé Carioca, em 1961, e de Recreio, em 1969, que circularia por 12 anos. Em 1968, passa a publicar Veja, revista jornalística de variedades que viria a ser a revista com mais circulação no Brasil.

Expandindo os segmentos, a Abril passa a publicar revistas sobre turismo e da indústria automobilística, (Quatro Rodas, Guia Quatro Rodas e Viagem & Turismo), Futebol (Placar), masculinas (Playboy, Vip e Men's Health). Cria também inúmeras publicações voltadas ao público feminino: Capricho (que começou com fotonovelas e em 1981 foi reformulada para temas relacionados às adolescentes), Manequim (a primeira revista de moda da Abril), Claudia (que quando surge em 1961 focalizava a dona-de-casa), além de Estilo (versão brasileira da americana InStyle), Nova (versão brasileira da americana Cosmopolitan e Elle (versão brasileira da revista francesa homônima).

Para além do mercado impresso, a Abril diversificou sua atuação. Investiu em televisão e internet. Colocou no ar a TVA, TV digital, internet em banda larga e Voip e a MTV, com programação dirigida ao jovem. Na internet, a primeira iniciativa foi o BOL, Brasil On-Line, lançado em 1996 e logo incorporado ao UOL. Em 1999 foi lançado o Ajato, provedor de internet em banda-larga.

Em 1999 o grupo Abril adquire de parte das Editoras Ática e Scipione e em 2004 da totalidade das ações, ganhando importância no mercado brasileiro de livros escolares.

Em maio de 2006, Civita anunciou a sociedade com o Naspers, grupo de mídia sul-africano que esteve estreitamente vinculado ao Partido Nacional, a organização partidária de extrema-direita que legalizou o criminoso regime do apartheid no pós-Segunda Guerra Mundial . O grupo Naspers passou a deter 30% do capital do Grupo, incluindo a compra dos 13,8% que pertenciam aos fundos de investimento administrados pela Capital International, desde julho de 2004.

Segundo dados da própria empresa, hoje a Abril publica mais de 350 títulos, que chegam a 23 milhões de leitores. A Gráfica utiliza processos digitais e imprime cerca 350 milhões de revistas por ano. Com todos os seus sites, atinge cerca de 1 bilhão de pageviews ao mês, e os espectadores da MTV chegam a sete milhões ao mês. As editoras Ática e Scipione produziram mais de 4.300 títulos e venderam 37 milhões de livros em 2005.



Site : http://playboy.abril.com.br


Jhoanehs
Admin

Mensagens : 276
Data de inscrição : 26/11/2010
Idade : 29
Localização : Ivaiporã - PR Brasil /Poços de Caldas - MG Brasil

Ver perfil do usuário http://www.jhoanehsgames.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum